Ama Sc
Sistema de Busca Interno

Desmatamento na Amazônia Legal cai 82% em 10 anos, diz governo

A taxa anual de desmatamento na área da Amazônia Legal – que abrange os estados do Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins – caiu 82% nos últimos 10 anos, informou nesta sexta-feira (14) os ministérios da Ciência e Tecnologia e do Meio Ambiente.

Se entre agosto de 2003 e julho de 2004, uma área de 27.772 km² foi desmatada, no mesmo período de 2013 para 2014, foram 5.012 km², conforme o mapeamento consolidado do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal (Prodes), sistema oficial de medição que analisa 214 imagens de satélite.

A área desmatada de 2013 para 2014 representa uma queda de 15% em relação ao ano anterior, em que foram suprimidos 5.891 km². A medição é feita entre os meses de agosto e julho porque compreende o chamado “calendário do desmatamento”, relacionado com as chuvas e atividades agrícolas.

Dentro da série histórica de mapeamento, realizada desde 1988, o ano de 2004 registrou a segunda maior alta nas taxas de desmatamento da Amazônia Legal, só menor que em 1995, quando foi desmatada área de 29.059 km².

A alta de 2004 levou o governo a lançar, naquele ano, o Plano de Ação para a Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal (PPCDAm), que envolveu a criação de áreas de proteção e posteriormente reforço na fiscalização e combate a desmates ilegais.

Na última década, os estados que mais reduziram a taxa de desmatamento foram Mato Grosso (-91%), Rondônia (-82%) e Pará (-79%). Os que menos reduziram foram Acre (-58%), Amapá (-33%) e Roraima (-30%). No último período analisado (2013-2014), estes estados foram os únicos que registraram aumento da área desmatada.

Fonte: Ambiente Brasil

Voltar
 Ama Sc
Downloads
AMASC - AGÊNCIA DO MEIO AMBIENTE - Todos os Direitos Reservados
Rua Leopoldo Ledra, 585, Santana e
Parque Universitário Norberto Frahm - Rua Herculano Nunes Teixeira, 105 - Bairro: Centro - Rio do Sul-SC - CEP 89160-000
Fones: (47) 3521-2324, (47) 3521-3000 e (47) 9951-3123
atendimento@amasc.com.br