Ama Sc
Sistema de Busca Interno

China e França defendem acordo ?juridicamente vinculativo? na COP21

A China e a França concordaram em trabalhar para “alcançar um acordo ambicioso e juridicamente vinculativo” na conferência de Paris sobre as mudanças climáticas.

Este acordo deve ser acompanhado de mecanismos de monitoramento dos compromissos esperados, de acordo com uma declaração conjunta dos presidentes chinês e francês, Xi Jinping e François Hollande.

Estes compromissos serão alvos de uma “revisão completa a cada cinco anos”, indica a declaração emitida pelos dois presidentes, que ressaltaram a sua “determinação de trabalhar juntos” para o sucesso da conferência.

A um mês antes da abertura da conferência, que deve reunir cerca de 193 países, Pequim e Paris se pronunciaram a favor de que um acordo seja “juridicamente vinculativo” e “reflita o princípio de responsabilidades comuns, mas diferenciadas” para limitar o aumento da temperatura global abaixo de 2°C.

Pequim e Paris declararam que são “favoráveis a uma revisão completa a cada cinco anos sobre os progressos”, e ressaltaram a necessidade de um “sistema de transparência melhorado para reforçar a confiança mútua”.

O presidente chinês considerou que esta declaração conjunta, que engloba 21 pontos, mostra “o compromisso comum de fazer com que a conferência de Paris seja um sucesso”.

O presidente Hollande estimou, por sua vez, que significava “um grande passo” para um acordo na COP21.
“Com esta declaração, apresentamos as condições que nos permitem vislumbrar um sucesso”, disse ele, acrescentando que “um acordo é agora possível” em Paris.

Fonte: Ambiente Brasil

Voltar
 Ama Sc
Downloads
AMASC - AGÊNCIA DO MEIO AMBIENTE - Todos os Direitos Reservados
Rua Leopoldo Ledra, 585, Santana e
Parque Universitário Norberto Frahm - Rua Herculano Nunes Teixeira, 105 - Bairro: Centro - Rio do Sul-SC - CEP 89160-000
Fones: (47) 3521-2324, (47) 3521-3000 e (47) 9951-3123
atendimento@amasc.com.br